Notícias

 
Dia Internacional da Mulher 8 de março reflexivo e militante Por Sandra Duarte de Souza, Mary Rute Esperandio, Flávio Senra 08/03/2017 - Atualizado em 08/03/2017 16h45

Dia Internacional da Mulher
A+ a-

O Dia Internacional da Mulher é um dia que simboliza a luta cotidiana das mulheres pela igualdade de direitos. As mulheres são a maioria das famintas do mundo. Elas também são as mais pobres das pobres do mundo, o que significa que estão ainda mais suscetíveis à morte por problemas de saúde diretamente relacionados à pobreza, são elas também o público preferencial do tráfico de pessoas visando especialmente a exploração sexual. No Brasil, ainda hoje as mulheres são as mais afetadas pela violência doméstica, pela desigualdade de acesso ao mercado de trabalho, pelo assédio sexual e pelas desiguais atribuições no âmbito doméstico. As diferenças étnico-raciais e de classe aprofundam ainda mais essas disparidades.

A realidade da desigualdade é perceptível também no âmbito da academia. Se ela é mais visível nas Ciências Exatas e nas Engenharias, que ainda são pouco permeáveis à participação feminina, nas Ciências Humanas, apesar de comporem a maioria das cientistas da área, as disparidades em relação à representatividade em cargos de alto escalão ainda são flagrantes. No âmbito dos Programas de Teologia e Ciências da Religião, temos um longo caminho a percorrer. Com raras exceções, nosso corpo docente é predominantemente masculino, bem como nossas coordenações. É também majoritária a adesão de homens a nossos cursos, o que nos desafia a pensar sobre os por quês de sua menor atratividade para as mulheres. Além disso, a Teologia e a[s] Ciência[s] da[s] Religião[ões] precisam avançar no reconhecimento da transversalidade de gênero, raça/etnia e classe no processo de produção de conhecimento da área. É por esses e muitos outros aspectos que nesse Dia Internacional das Mulheres a coordenação da área de Teologia convida a comunidade acadêmica a refletir sobre o nosso compromisso com os direitos das mulheres em todas as suas dimensões. Se a igualdade de gênero já é diretriz da Área em seu documento, nosso desafio é praticá-la efetivamente no âmbito dos nossos Programas e além deles.

Desejamos a todas e todos um 8 de março reflexivo e militante.

Sandra Duarte de Souza (Coord. Adj. Programas Profissionais)

Mary Rute Esperandio (Coord. Adj. Programas Acadêmicos)

Flávio Senra (Coordenador de Área)

 
voltar

 

últimas notícias da ANPTECRE
 
Receba notícias e artigos do ANPTECRE - Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Teologia e Ciências da Religião Cadastre seu e-mail...
Rua Ministro de Godoy, 969 (4ª andar, Sala 4E-09) | Perdizes - São Paulo / SP
CEP 05015-001 | Trace sua rota...
© 2015 ANPTECRE - Todos os direitos reservados